Municípios assinam termo de compromisso do Pacto pela Educação do Pará

Vinte novos municípios paraenses se tornaram parceiros do Pacto Pela Educação do Pará. A assinatura do Termo de Compromisso aconteceu no fim da manhã desta quarta-feira (30), no Palácio do Governo, com a presença do governador Simão Jatene, prefeitos, e representantes de secretarias estaduais, municipais e iniciativa privada. Com mais essa adesão, ao todo são 38 municípios que assumem o compromisso de alcançarem as metas do Pacto em 2017, sendo a principal delas o aumento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) em 30%.

 

Ao se referir às prefeituras e empresas que tomaram a decisão de aderir aos Municípios do Pacto 2016/2017, como o projeto passou a se chamar nesta nova temporada, o governador Simão Jatene lembrou que como gestor é preciso tomar decisões que afetam diretamente a vida das pessoas. “As nossas escolhas vão além de escolhas profissionais, são escolhas de vida. Aderir a este esforço do Pacto é colocar a educação como elemento central de qualquer trabalho a ser realizado”, destacou o governador, que acredita que nesse momento a maior obra que desafia os governantes é a educação.

 

Para o governador, as ações do Pacto Pela Educação que estão sendo realizadas em conjunto entre diferentes atores, criam um elo e fortalecem a base de uma nova realidade na área educacional pública. “A gente certamente está plantando uma árvore. Tenham a certeza que quando colherem o fruto lá na frente, nós saberemos o gosto e isso vai ser muito bom para os nossos corações e mentes, no sentido de mostrar que não foi em vão e que essa é uma luta que vale a pena”, reiterou Simão Jatene ao desejar vida longa ao Pacto.

 

Segundo a secretária de estado de Educação, Ana Cláudia Hage, esta é mais uma formalização do esforço para se reverter a situação da educação. Mesmo o Pará pagando o quinto melhor salário das federações, ainda tem um dos piores índices do IDEB. “É preciso mudar a postura e passarmos a discutir a educação em todos os lugares de nosso extenso território geográfico. Temos que nos aliar aos municípios para sabermos onde estão os possíveis parceiros”, reiterou a titular da Seduc.

 

Entre os municípios que aderiram ao compromisso está a capital paraense. A Secretaria Municipal de Educação (Semec) mantém na capital e nas ilhas da região insular do município, mais de 70 mil alunos em 253 unidades escolares. Para a vice-prefeita de Belém, Karla Martins, é com muito orgulho que a maior rede municipal de educação do Pará assina o compromisso com o Pacto Pela Educação do Pará. “Aliado ao trabalho que já realizamos de investimento em nossa estrutura física e qualificação profissional, em parceria com o Governo do Estado e iniciativa privada, vamos cada vez mais perseguir uma educação de qualidade para nossos alunos”, declarou a vice-prefeita.

 

O município de Xinguara também aderiu ao Pacto. Para o prefeito Osvaldinho Assunção, a educação é um desafio de todos. “Temos que estar atentos ao desenvolvimento da educação e todos têm que estar envolvidos, pois não basta o governo fazer a parte dele se o município não fizer a sua parte e se a sociedade não fizer a parte dela. Não podemos ficar parados diante do desafio. Para termos um bom resultado, a gente tem que plantar para colher. É o que estamos fazendo no município de Xinguara”, afirmou o prefeito.

 

A Fundação Telefônica, da operadora Vivo, foi uma das primeiras empresas parceiras do Pacto. O diretor regional da vivo na Região Norte, Ricardo Vieira, lembrou que para firmar parceria as empresas não precisam aportar recursos financeiros, mas sim trocar experiências e apoiar as ações. “Maior do que o compromisso financeiro, aqui reforçamos um compromisso de atitude junto a sociedade. Todos nós somos cidadãos e temos as nossas responsabilidades e a empresa não é diferente disso, então a gente considera vital o papel social que é muito forte dentro da organização. Um exemplo disso é que a empresa abre as portas para a escola pública no cargo de Jovens Aprendizes”, contou Vieira.

 

Além de Belém e Xinguara também aderiram ao Pacto pela Educação os municípios de Ananindeua, Breu Branco, Cachoeira do Arari, Chaves e Goinésia  do Pará, Ipixuna do Pará, Limoeiro do Ajuru, Novo Repartimento, Oriximiná, Ponta de Pedras, Porto de Moz, Redenção, Santa Bárbara, Santa Izabel, São Félix do Xingu e São João de Pirabas e Terra Santa. A diretora da Synergos, Wanda Engel, lembrou que são os municípios que escolhem participar do projeto, assegurando o caráter suprapartidário da iniciativa. “Ao se tornarem um Município do Pacto 2016/2017, um dos compromissos é ter algum parceiro não governamental ou privado que concorde em apoiar o município na melhoria da educação pública em suas escolas, garantindo o caráter público-privado do Pacto, assim como a sustentabilidade das ações, sua continuidade e transparência”.

 

Projeto – Lançado no dia 26 de março de 2013, o Pacto pela Educação do Pará já trouxe importantes ganhos para o estado, como a implantação do Sistema Paraense de Avaliação Educacional (Sispae) e as mobilizações e articulações locais dos municípios para a melhoria na educação. Em 2015, surgiu o projeto Município Piloto que agora passam a formar o GMP – Grupo de Municípios Pacto, visando mobilizar e apoiar municípios que se propõem a funcionar como “efeito demonstração” da possibilidade de todos alcançarem as metas do Pacto, servindo como bússola para novos caminhos na busca de melhoria dos resultados educacionais nas sedes municipais.

 

Participaram do evento os prefeitos de Ananindeua, Manoel Pioneiro; Santa Izabel, Gilberto Pessoa; Goianésia do Pará, Antônio Pego; Ipixuna do Pará, Salvador Chamon; Cachoeira do Arari, Benedito Filho; Chaves, Solange Lobato; São Caetano de Odivelas, Mauro Chagas, o Macalé; São João de Pirabas, Luiz Cláudio Barroso; Curuá, Adriana Silva; Óbidos, Mário Henrique Guerreiro; Juruti, Marco Dolzane; Oriximiná, Luiz Gonzaga Filho; Terra Santa, Marcílio Picanço; Ponta de Pedras, Consuelo Castro; Novo Repartimento, Valmira Alves; Porto de Moz, Edilson Cardoso; Prainha, Patrícia Hage; Limoeiro do Ajuru, Amarildo Pinheiro; São Félix do Xingu, João Cléber; Anajás, Vivaldo Mendes; e Nova Esperança do Piriá, José Marinho.

 

 

 

Texto: Dani Filgueiras – Gabinete do Governador – (com a colaboração de Márcio Flexa – Ascom Seduc)
Fotos: Eliseu Dias – Ascom/Seduc


Logo_BID Logo_ItauBBA Logo_Natura


Site desenvolvido pela Diretoria de Comunicação Institucional da Secretaria de Estado de Comunicação - Governo do Pará.